Quarta-Feira, 19 de Fevereiro de 2020

CONTACTOS

STEC
INFORMAÇÃO STEC
CONSELHO NACIONAL APROVA POR UNANIMIDADE: PLANO DE ATIVIDADES E ORÇAMENTO DO STEC PARA 2020; MOÇÃO DA DIREÇÃO SOBRE BLOQUEIO DAS NEGOCIAÇÕES DO AE
2019-12-11
O Conselho Nacional do STEC reuniu em 29 de novembro de 2019, nas instalações da Delegação do Porto.
Em análise estiveram: o Plano de Atividades e Orçamento para 2020 e as Negociações do Acordo de Empresa STEC/CGD.
 
12_11_cn_sala
 

12_11_cn_direcao 

Mesa da Direção

 

12_11_cn_mag 

Mesa da MAG
 

No primeiro ponto da ordem de trabalhos, a Vice-Presidente da Direção, Joana Carvalho fez a apresentação do Plano de Atividades e a Secretária da Direção, Joana Friezas fundamentou as rubricas do Orçamento. O Presidente do Conselho Fiscal justificou o parecer dado ao Orçamento, apelando ao voto favorável.

 

12_11_cn_jcarvalho

Vice-Presidente da Direção, Joana Carvalho


12_11_cn_jfriezas

Secretária da Direção, Joana Friezas



12_11_cn_presconsfiscal

Presidente do Conselho Fiscal, Carlos Alberto Ferreira Gapo


 

Foram levantadas algumas questões por parte dos Conselheiros, tendo sido as mesmas respondidas e esclarecidas pela Direção.

 

No final da discussão, o Plano de Atividades e Orçamento para 2020 foi aprovado por unanimidade.

 

No segundo ponto da ordem de trabalhos, o Presidente da Direção, Pedro Messias, explanou a forma como têm decorrido as negociações e o conteúdo das principais cláusulas no ponto a que se chegou até ao momento. Perante o inesperado retrocesso de matéria relativa ao pagamento das faltas por doença aos trabalhadores inscritos na CGA, sem a contrapartida na complementaridade das faltas por doença a partir do 4º dia aos trabalhadores inscritos na Segurança Social, a Direção manifestou ao grupo negociador que assim não havia condições para chegar a um acordo, tendo sido interrompidas as negociações.
 

12_11_cn_presdirecao

Presidente da Direção, Pedro Messias

 

 

Neste ponto deram entrada na mesa dois documentos: uma proposta apresentada por um Conselheiro que defendia a assinatura do Acordo e ainda uma moção apresentada pela Direção a condenar o comportamento negocial da CGD e propondo avançar para formas de luta se o processo bloquear, por radicalização da posição da CGD.

 

Após várias intervenções de apoio à proposta da Direção, os documentos foram colocados à votação em alternativa, tendo a Moção da Direção sido aprovada com o voto favorável de todos os presentes.

 

Reproduz-se aqui a Moção aprovada:

 

MOÇÃO

 

- Considerando que o processo negocial entre o STEC e a CGD, conheceu desenvolvimentos/exigências de última hora, apresentados pela CGD, que desequilibram de forma significativa o que estava já acordado, em termos de princípio;


- Considerando que esta posição da CGD é incompreensível e inaceitável, podendo mesmo induzir uma atitude de má fé negocial;


O Conselho Nacional do STEC, reunido no Porto em 29 de novembro de 2019, delibera:


1 – Verberar e condenar o comportamento negocial da CGD e o desrespeito que o mesmo vem evidenciar em relação ao Sindicato mais representativo da Empresa;


2 – Manifestar a sua disponibilidade e intenção de avançar com formas de luta, nomeadamente o recurso à greve, se o processo negocial bloquear por radicalização de posição da Administração da CGD.

TopoIr para lista