Quinta-Feira, 28 de Maio de 2020

CONTACTOS

STEC
INFORMAÇÃO STEC
COVID-19 LEVA FITCH A CORTAR "OUTLOOK" DA CGD, BPI E BCP
2020-04-03
JORNAL DE NEGÓCIOS
Rita Atalaia
03 de abril de 2020 às 19:16
 
 
A decisão da agência financeira foi tomada numa altura em que se regista uma deterioração das condições económicas devido à crise provocada pela pandemia.
 
A Fitch decidiu reduzir o "outlook" da Caixa Geral de Depósitos (CGD), do BPI e do BCP. Uma revisão em baixa da perspetiva que acontece numa altura em que se regista uma deterioração das condições económicas no país devido ao impacto da pandemia.
 
Em causa está uma redução da perspetiva de "estável" para "negativa" para os bancos. Esta descida, explica a Caixa, "é uma consequência da deterioração esperada das condições económicas em Portugal, provocadas pelo impacto da pandemia de Covid-19, à semelhança de idênticas descidas anunciadas para vários sistemas bancários da zona euro".
 
Também o BCP comunicou esta sexta-feira a revisão do "outlook" de longo prazo de "positivo" para "negativo", com "base na incerteza associada ao coronavírus".

De acordo com o banco liderado por Miguel Maya, a Fitch tem vindo a avançar com a revisão dos "ratings" da banca europeia em diferentes geografias, "motivada pela disrupção causada pelo surto de coronavírus", tendo agora feito "também uma reavaliação do mercado português".

De acordo com as mais recentes previsões do Banco de Portugal, o produto interno bruto (PIB) poderá encolher 3,7% num cenário base, em que assume que o impacto económico será "relativamente limitado". Já num cenário adverso, o impacto será "mais significativo devido à paralisação mais prolongada da atividade económica em vários países". Neste caso, antecipa uma queda do PIB de 5,7%.
 
 
TopoIr para lista

04_03_jornalnegocios
 
Fotografia: Miguel Baltazar