Segunda-Feira, 30 de Novembro de 2020

CONTACTOS

STEC
INFORMAÇÃO STEC
AFINAL O QUE ACONTECEU À CGD? FOI FALHA, ATAQUE OU MANUTENÇÃO?
2020-10-14
PPLWARE
14 Out 2020
 
 
Depois de um dia estranho, em que os clientes e funcionários se viram privados dos serviços online e offline, a questão fica no ar, o que se passou com a CGD?
 
A empresa já publicou nas suas redes sociais que o apagão, notado e informado pelo Pplware em primeira mão ontem, foi resolvido e o problema identificado. Apesar de ficar no ar um possível ataque, a CGD vem afirmar que não se tratou de nenhum ataque e que os seus dados e os dos clientes, não foram corrompidos nem roubados.
 
Eram 9 da manhã e já no Pplware “caiam” pedidos de informação para saber o que se passava com o portal da CGD. Numa análise rápida, facilmente se percebia que o banco do estado estava sem qualquer tipo de serviço online, apresentado erros ao nível da página oficial do banco e também de homebanking.
 
De acordo com alguns funcionários da CGD, o problema também afetava as plataformas internas que estiveram sem serviço durante várias horas.
 
No serviço downdetector o número de registos de “serviço inoperacional” foi aumentando.
 
10_14_pplware_1
 
 
 
Afinal o que se passou com os serviços da CGD?
 
Até ao momento não há nenhuma informação oficial. Os “boatos” indicam que se tratou de um ataque, mas a CGD já veio esclarecer que não foi. No entanto, surgiu também a informação que o problema foi ao nível do serviço de DNS.
 
O DNS é o coração de uma rede de dados. Sem este serviço as máquinas teriam de usar unicamente endereços IPs e os utilizadores teriam de usar números em vez de nomes.

Para que serve o DNS?
Um dos serviços mais importantes em qualquer rede é o DNS (Domain Name System). Este serviço é responsável pela tradução de nomes em endereços de IP e vice-versa e funciona à base de pedidos e respostas, isto é, uma máquina faz um pedido para saber o IP associado a um determinado nome e o serviço envia-lhe essa informação.
 
Por exemplo, quando acedemos ao site www.google.com, o nosso sistema precisa de saber qual o servidor a contactar e pede ao servidor de DNS (que está configurado) para que este lhe traduza o nome num endereço IP. Do lado do cliente o utilizador apenas tem de indicar qual o servidor de DNS a usar. Já do lado do servidor há um conjunto de parâmetros que temos de definir.
 
De uma forma muito generalista e sem levantar o véu do problema, a CGD referiu que “As dificuldades registadas estiveram relacionadas com o acesso aos nossos canais por dificuldades nas ligações de internet.”.
 
Neste momento parece estar tudo operacional, tanto ao nível dos serviços online como ao nível dos balcões.
 
 
 
TopoIr para lista

10_14_pplware