Segunda-Feira, 11 de Dezembro de 2017

CONTACTOS

STEC
INFORMAÇÃO STEC
ABONO DE FALHAS - I.S. (PE.70) Nº 8/2013 - SÃO MUITO "FORTES" E "CORAJOSOS" ... MAS SÓ COM AQUELES QUE MENOS TÊM!
2013-04-06
COMUNICADO 06

A Administração da CGD deu mais um passo na ofensiva contra os trabalhadores da Empresa, mais uma vez contra aqueles que menos auferem, ao publicar uma Instrução de Serviço (IS) cujo único objetivo é reduzir, ou retirar, o Abono de Falhas - a "pouca coisa" de 147.20 € mensais!
 

A poupança que visam atingir dará para pagar muitas nomeações de altos quadros (sejam necessários ou não), para adquirir ainda mais viaturas topo de gama, para custear as despesas dos cartões de crédito que a CGD atribui e mantém, para sustentar muitas mordomias, até de quadros já sem funções, mas cujo status continua intacto.
 

Esta I.S é ética e moralmente mais condenável ainda, face à dramática situação financeira em que a maioria dos trabalhadores da CGD se encontra.
 

STEC MANIFESTA OPOSIÇÃO LEGAL À INSTRUÇÃO DE SERVIÇO
 

O STEC já enviou carta à Administração, denunciando a ilegalidade da IS e opondo-se à sua aplicação, face à Clª. 64 do Acordo de Empresa, e ao direito que é conferido pelo recebimento ininterrupto do valor do Abono de Falhas.
 

Isto é uma maldade sem nome, que só pode ter sido congeminada por gente sem escrúpulos
 
 

QUEM CONCEBEU ISTO, DORMIRÁ DESCANSADO?
 
 

Os «Caixa Mais» - foram criados para serem uma espécie de Gestores de Cliente mas mais baratos!
 

* não têm Isenção de Horário de Trabalho
* mas exigem-lhes a gestão de uma carteira de clientes
* entregam-lhe um telemóvel para um contacto permanente com os clientes

E agora... mantêm-lhes todas as obrigações e querem cortar no Abono de Falhas!
 
 

Os «Caixas/Front office» - foram sempre a "tropa de choque" da CGD junto dos clientes... mas hoje, ao reduzirem a uma só caixa por agência:
 

* ficam obrigados a exercer as funções de forma ininterrupta, com mais trabalho, com mais risco, e que até para as necessidades fisiológicas tenham o tempo controlado

E agora... ainda lhes querem reduzir o Abono de Falhas?
 
 

Os substitutos dos «Caixas/Front office» - utilizados em regra de forma temporária nestas funções
 

* estão mais sujeitos à probabilidade de existência de falhas nas operações de caixa
E agora... mais prejudicados ficam ainda, quanto ao Abono de Falhas?
 
 

Os que transitaram para outras funções - mas que mantiveram o valor deste abono
 

* os que foram aliciados, no interesse da CGD, para mudarem de funções
* que receberam durante anos e sempre de forma ininterrupta o valor do Abono de Falhas
* que passaram, obviamente, a considerar este valor como parte integrante do vencimento
E agora... todo esse histórico foi esquecido e querem cortar-lhes o Abono de falhas?

 

 

ISTO É UMA POLÍTICA DE PESSOAL, IRRESPONSÁVEL, DESEQUILIBRADA E DESMOTIVANTE
 
 

A Instrução de Serviço termina ainda com uma ameaça direta aos Gerentes das Agências, que são responsabilizados pelo seu cumprimento e que ficam até sujeitos a procedimento disciplinar!


Nos termos legais, os trabalhadores dispõem de 21 dias para manifestar a sua oposição a esta I.S. A área jurídica do STEC disponibilizará a todos que o solicitem, a minuta para o fazerem.
 
 

CONTESTA!
OPÕE-TE!
ADERE AO STEC! 

TopoIr para lista

comunicado_06.jpg