Quinta-Feira, 19 de Outubro de 2017

CONTACTOS

STEC
INFORMAÇÃO STEC
TRABALHADORES E APOSENTADOS DA CGD - QUE MAL FIZERAM, PARA SEREM ASSIM TRATADOS?
2013-05-21
COMUNICADO 08

SUBSÍDIO DE FÉRIAS - EM DÍVIDA DESDE JANEIRO!
QUANDO É PAGO?
O Tribunal Constitucional determinou, no final de Março, o pagamento do Subsidio de Férias!

O STEC, reuniu com a Administração a 12 de Abril e, como lhe competia, reclamou da CGD a maior celeridade nesse pagamento!
A Administração assumiu, de imediato e inequivocamente, o cumprimento da decisão do Tribunal e justificou que só não pagava o Subsidio de Férias ainda em Abril, por impossibilidade técnica.
Assim sendo, ficava óbvio que o pagamento do Subsidio de Férias se processaria no mês de Maio!


A Administração, sem qualquer razão legal que o justificasse, decidiu protelar o cumprimento da decisão do Tribunal Constitucional e aguardar pela deliberação da Assembleia da República sobre a forma e a data de pagamento do Subsidio de Férias!
 

Perante esta posição da Administração da CGD, que apenas parece procurar retardar o cumprimento da decisão do Tribunal Constitucional - o que o STEC não aceita - os trabalhadores da CGD vão esperar, não se sabe até quando, por um pagamento... que lhes é devido desde Janeiro de 2013!

 

O DESRESPEITO DA CGA, PELO VALOR DAS PENSÕES DE REFORMA!

A sanha contra os aposentados da CGD não cessa, esquecendo os milhares de milhões de Euros, subtraídos ao Fundo de Pensões dos trabalhadores da CGD e as cartas que a CGA escreveu a garantir o valor das suas pensões. Hoje a CGA parece preocupar-se apenas em encontrar pretextos para recalcular e fazer baixar o valor destas pensões.

O papel que os aposentados da CGD desempenham hoje no apoio às suas famílias é esquecido e a CGA comporta-se como uma entidade sem rosto e sem humanidade. Uma vergonha!

Para o STEC já só há um caminho - o recurso aos Tribunais e esperar justiça!

 

ABONO DE FALHAS

O STEC vai contactar individualmente todos os sócios que contestaram a Instrução de Serviço sobre o Abono de Falhas sobre os procedimentos a tomar relativamente a cada situação.



 

NÃO PODEMOS FICAR CALADOS!
TEMOS DE REPUDIAR ESTA POLÍTICA!


Os trabalhadores e os aposentados da CGD, bem como as suas famílias, não podem deixar de dar o seu contributo para a mudança de política que, urgentemente, se impõe em Portugal.

A tragédia que estamos a viver, não é um fatalismo, mas uma intenção premeditada de retrocesso social, que passa pelo empobrecimento, a retirada de direitos e a desvalorização do trabalho.


Sábado - 25 de MAIO
Concentração junto ao Palácio de Belém

PARTICIPA!
PROTESTA!
 

TopoIr para lista

comunicado_08.jpg