Quinta-Feira, 14 de Dezembro de 2017

CONTACTOS

STEC
INFORMAÇÃO STEC
CONSELHO NACIONAL ELEGE CONSELHOS FISCAL E DISCIPLINAR E APROVA PLANO DE ATIVIDADES E ORÇAMENTO PARA 2015
2014-12-09

Nos dias 27 e 28 de Novembro na Delegação do STEC no Porto, reuniu pela primeira vez o Conselho Nacional (CN) do STEC com os elementos eleitos para o quadriénio 2014-2018, para eleger o Conselho Fiscal e o Conselho Disciplinar e discutir e aprovar o Plano de Atividades e Orçamento para o ano de 2015.

conselho_nacional_01
Na reunião do dia 27 , os recém empossados, além de aprovarem o Regulamento Interno de funcionamento do CN, elegeram o Conselho Fiscal e o Conselho Disciplinar.

Tendo sido apresentada uma única lista para cada um dos órgãos, estes ficaram com a seguinte composição:

CONSELHO FISCAL
Carlos Alberto Cardoso Ferreira Gapo
José António Duarte Teles
José Luis Lança da Silva

Suplentes:
Isabel Marques Oliveira Fernandes
Carlos Santos Guerra Figueira


CONSELHO DISCIPLINAR
Ilda Nascimento Ferreira Marques
Francisco José de Oliveira Alves Proença
Vítor Manuel Mata Simões

Suplentes:
Jorge Marques Loureiro
Américo Hermínio Teixeira

conselho_nacional_02
conselho_nacional_03
conselho_nacional_04
conselho_nacional_05


Na reunião do dia 28 onde já participaram os membros do Conselho Fiscal e Conselho Disciplinar recentemente eleitos, no período antes da ordem do dia o Presidente da Direção prestou esclarecimentos sobre a proposta de revisão do acordo STEC/CGD e da elaboração, ainda em curso, de proposta de revisão do acordo STEC/Empresas do Grupo. Seguiu-se um período de intervenções em que alguns membros do CN colocaram perguntas à Direção e descreveram diversas situações referenciadas nos locais de trabalho e que espelham o estado de espírito dos trabalhadores face ao clima de insegurança que se vive. O Presidente da Direção respondeu às diversas questões, incentivando os membros do CN a denunciarem todas as situações que configurem atropelos às normas do acordo de empresa e à dignidade dos trabalhadores.

Relativamente à proposta de Plano de Atividades e Orçamento para 2015, a Direção explicou o conteúdo do documento em cada uma das rubricas, respondendo às perguntas dos conselheiros e registando contributos que poderão vir a melhorar o documento, no futuro.

Procedendo-se à votação, o Plano de Atividades e Orçamento para 2015 foi aprovado por unanimidade.

 
 
 
TopoIr para lista