STEC - CONTRA A DESTRUIÇÃO DO AE - GREVE NA CGD - 24 DE AGOSTO

Terca-Feira, 21 de Agosto de 2018

CONTACTOS

STEC
INFORMAÇÃO STEC
CONTRA A DESTRUIÇÃO DO AE - GREVE NA CGD - 24 DE AGOSTO
2018-08-02
COMUNICADO 06
CONTRA A DESTRUIÇÃO DO AE
GREVE NA CGD - 24 de AGOSTO
 
 

Numa atitude de má fé a Comissão Executiva da CGD decidiu fazer mais uma provocação aos trabalhadores e escolheu precisamente a véspera de anunciar ao país lucros de 194 milhões, para apresentar a denúncia do AE (Acordo de Empresa) em vigor desde Janeiro 2016!

 

Com essa denúncia, a Comissão Executiva apresentou uma proposta para um novo AE com a sua visão:

OS TRABALHADORES DA CGD NADA MERECEM! SÃO LIXO!

E TÊM UM ACORDO DE EMPRESA DEMASIADO BOM!

 

 

Para a Comissão Executiva, e com toda a clareza, os trabalhadores da CGD:

  • GANHAM DEMAIS!

    E isso explica o facto de estarem a receber o mesmo salário desde Janeiro de 2010 e de verem a revisão salarial de 2018 continuar a ser protelada!

  • TRABALHAM DE MENOS!
    E isso explica o desrespeito que revelam pelo cumprimento do horário de trabalho e pelo assegurar do período de descanso!

  • TÊM UMA CARREIRA PROFISSIONAL ABSURDA!
    E isso explica que avancem com a sua extinção! Que acabem com tudo o que é promoção! Por tempo de serviço e avaliação! Por mérito! Por evolução entre níveis (horizontais)!

  • TÊM PRÉMIOS DE ANTIGUIDADE A MAIS!
    E isso explica que queiram acabar com o pagamento dos prémios de 10, 20 e 30 anos.

  • TÊM ANUIDADES QUE MAIS NINGUÉM TEM, SÃO UM «LUXO» !
    E isso explica, que as anuidades sejam pura e simplesmente extintas!

  • TÊM CATEGORIAS PROFISSIONAIS A MAIS!
    E isso explica que, excetuando os Diretores, seja feita uma autêntica razia nas diversas categorias que hoje existem!

  • ESTÃO DEMASIADO CONFORTÁVEIS NO SEU LOCAL DE TRABALHO!
    E isso explica que queiram poder transferir para qualquer localidade de dois Distritos. Que se imponham transferências sem qualquer preocupação pelo local de residência!

  • TÊM ACESSO AO CRÉDITO HABITAÇÃO DEMASIADO FÁCIL!
    E isso explica que queiram limitar o acesso ao mesmo, impondo plafond anual a conceder pela empresa e recorrendo a regras de preferência e reduzindo para os 90% do valor da habitação;

  • TÊM DEMASIADO TEMPO LIVRE!
    E isso explica que se marquem reuniões para além do horário de trabalho! Que se abuse nas transferências com o acréscimo de custos resultante dos transportes, com consequências em termos de saúde e sem respeito pela vida pessoal e familiar.

 

A CE tem esta atitude porque os custos de tudo isto são inviáveis para a CGD?
De modo algum!
Vejam-se os lucros apresentados!

A CE faz isto obviamente para “castigar” os trabalhadores e para lhes mostrar que quem manda pode pôr e dispor a seu bel-prazer.

 

 

Já não bastava:

  • Quererem apagar 4 anos na Carreira Profissional (2013 a 2016)!

  • O corte no Subsídio de Almoço!

  • O assédio crescente nos locais de trabalho, pela via da ameaça, da humilhação, do desrespeito pessoal e profissional!

  • As pressões para que a adesão ao PPR e ao RMA se torne “voluntária e consensual”!

  • Fazer recair nos trabalhadores, das Agências que têm encerrado, a responsabilidade de darem a cara” face aos protestos dos clientes!

  • A exigência de se atingirem objetivos absolutamente irrealistas, de os alterarem a meio do campeonato, e de penalizarem pela sua falta de cumprimento!

 

 

Esta tentativa de destruição do Acordo de Empresa é uma afronta aos trabalhadores da CGD, à sua cultura, às sucessivas gerações que levaram a CGD ao lugar primeiro da Banca, em Portugal, ao seu trabalho esforçado, empenhado e digno que, esse sim, permitiu os 194 milhões de lucros!

 

Porque, tudo o que é de mais… cheira mal!

Porque, quanto mais calados... mais roubados!



 

VAMOS MOSTRAR A NOSSA INDIGNAÇÃO!

 

VAMOS ENCERRAR A CGD!

 

VAMOS DEFENDER O AE!

 

 

 

VAMOS FAZER GREVE!

 

DIA 24 DE AGOSTO



TopoIr para lista

comunicados/comunicado_06