Quarta-Feira, 17 de Julho de 2019

CONTACTOS

STEC
INFORMAÇÃO STEC
CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS NÃO COBRA COMISSÕES EM ESPANHA
2019-06-10
JORNAL i
JOANA MARQUES ALVES
10/06/2019 14:01

No primeiro trimestre do ano, a CGD arrecadou 120 milhões de euros em serviços e comissões.

Por cá, a Caixa Geral de Depósitos (CGD) aposta no aumento do preçário, mas no país vizinho o cenário é completamente diferente: em Espanha, o banco público português não cobra comissões.

“0 comissões de manutenção e administrativas, 0 comissões de cartão de débito e crédito, 0 comissões nas transferências via Internet e muitas outras vantagens”, lê-se na campanha publicitária da Caixa em Espanha.

Em Portugal, o panorama é precisamente o oposto. Em maio, foram anunciadas alterações no preçário do banco público, o que encareceu várias comissões. Para quem tem a conta pacote mais barata da CGD, por exemplo, e beneficia da mensalidade com bonificação, as notícias também não foram as melhores: os clientes passaram a ter de pagar 2,80 euros por mês (mais Imposto de Selo (IS)), o que representa uma subida de 12% face ao preço praticado até ali (2,50 euros por mês, mais IS). Só quem tem a domiciliação de rendimentos ou património financeiro igual ou superior a cinco mil euros associado a esta conta S, condições para ter acesso à bonificação na mensalidade, é que é afetado por este aumento no preçário. Quem tem a conta M e L não irá ser afetado pelas alterações de custos.

Levantar dinheiro com caderneta fica mais caro. A utilização da caderneta foi outro dos aspetos visados nestas alterações. Levantar dinheiro desta forma passou a custar quase três vezes mais. Até maio, os clientes que se deslocavam a um balcão da Caixa para levantarem dinheiro com recurso à caderneta pagavam um euro por operação. Desde o passado dia 15, o custo passou a ser, salvo algumas exceções, de 2,75 euros mais IS, o que dá um total de 2,86 euros. Trata-se de um aumento de 175% face ao valor implementado até ali. Este aumento surge pouco mais de um ano depois de o banco público, liderado por Paulo Macedo, ter dedicido começar a cobrar por este serviço.

Nas comissões é que está o ganho No primeiro trimestre deste ano, os quatro maiores bancos a operar no mercado português – BCP, BPI, Santander Totta e Caixa Geral de Depósitos - lucraram 466,3 milhões, o que dá um lucro diário de quase 5,2 milhões de euros. A Caixa apresentou lucros de 126,1 milhões de euros - Trata-se de um aumento de 85% face aos 68 milhões de euros registados em igual período do ano passado. O aumento das comissões, a redução da estrutura e a venda de um edifício em Lisboa ditaram este resultado. Ao todo, os quatro maiores bancos cobraram 442,8 milhões de euros só em comissões nos três primeiros meses do ano. Os resultados de serviços e comissões cobradas pela CGD ultrapassaram os 120 milhões de euros, um crescimento de 4,8% (5,5 milhões de euros) em relação a março de 2018. 

TopoIr para lista

jornali_0610