Quarta-Feira, 21 de Novembro de 2018

CONTACTOS

STEC
NOTÍCIAS DE IMPRENSA
“CÓDIGO LABORAL VIOLA OS DIREITOS HUMANOS”
2012-08-01
RÁDIO RENASCENÇA

01-08-2012 18:37
por Domingos Pinto

 

Liga Operária Católica considera que a nova legislação é má para o desenvolvimento da economia.

O novo código laboral, que entrou esta quarta-feira em vigor, é péssimo para os trabalhadores e vai contra os direitos humanos, acusa o vice-coordenador nacional da Liga Operária Católica (LOC).
 

“É péssimo para os trabalhadores, é péssimo para o desenvolvimento da economia, é um código que viola os direitos humanos”, afirma José Rodrigues, em declarações à Renascença.

O responsável da LOC lembra as vozes que se vão fazendo ouvir na igreja contra a nova legislação do trabalho, nomeadamente de alguns bispos.

“ É importante que a gente possa engrossar aquilo que diz o Arcebispo de Braga [D. Jorge Ortiga], quando ele pergunta: digam quanto ganham vocês que nos governam, digam quanto vocês cobram e digam se vocês pagam mais caro ou mais barato o azeite e as batatas que aumentam para todos”, questiona José Rodrigues.
 

Entre os aspectos mais negativos deste Código do Trabalho, José Rodrigues destaca o banco de horas, uma “falácia no sentido de iludir os trabalhadores”.
 

O vice-coordenador nacional da Liga Operária Católica também considera que a nova legislação vai dificultar a missão das organizações que representam os trabalhadores e desvalorizar a negociação colectiva.
 

Perante uma legislação tão lesiva dos direitos dos trabalhadores, a LOC espera mais agitação social nas ruas.
 

“Vai tornar as coisas mais quentes, porque os trabalhadores não vão desarmar. Pode originar movimentos de contestação. Os trabalhadores cristãos devem-se juntar às organizações que lutam, ir para a rua. É preciso que os cristãos estejam, também, no meio do povo para defenderem valores da solidariedade, do amor, da justiça social”, sublinha José Rodrigues.

TopoIr para lista

manif-parlamento_rr_01_08_2012.jpg

LOC espera aumento da contestação nas ruas