Sábado, 17 de Novembro de 2018

CONTACTOS

STEC
NOTÍCIAS DE IMPRENSA
TROIKA TIROU MAIS DE 1,5 MIL MILHÕES DE EUROS EM SALÁRIOS
2012-08-13
DIÁRIO DE NOTÍCIAS

por Leonor Mateus Ferreira

Os salários dos portugueses baixaram 1.537 milhões de euros desde que Portugal assinou o memorando de entendimento. Em maio do ano passado o país recebeu 78 mil milhões de euros de ajuda financeira o que tem levado a duras medidas de austeridade.

Em média cada trabalhador português por conta de outrem perdeu 30 euros por mês, segundo noticia hoje o Correio da Manhã. Os cálculos são do economista Eugénio Rosa, feitos com base nos números do Instituto Nacional de Estatística.

"Antes de ter sido assinado o memorando com a troika os portugueses ganhavam em média 813 euros. No primeiro trimestre deste ano, esse rendimento tinha caído para 805 euros, em termos nominais. É preciso, contudo, descontar a inflação para calcular que os portugueses ganhavam na realidade, em média, 783 euros nos primeiros três meses do ano", pode ler-se no diário.

Feitas as contas a uma perda de 30 euros por um dos 3,66 milhões de trabalhadores por conta de outrem, a quebra real do poder de compra é de 109,8 milhões por mês ou 1,53 mil milhões por ano.

Entre as razões para esta descida estão novas contratações a salários menores, recibos verdes ou desempregados que se vêem obrigados a aceitar trabalhos com remunerações mais baixas. Apesar disso, o Banco Central Europeu recomenda que os salários desçam ainda mais para aumentar a competitividade e o emprego.

TopoIr para lista