Terca-Feira, 22 de Agosto de 2017

CONTACTOS

STEC
NOTÍCIAS DE IMPRENSA
CGD REDISTRIBUI PASTAS ATÉ AO REGRESSO DE JORGE CARDOSO
2014-09-29
ECONÓMICO

Maria Ana Barroso
maria.barroso@economico.pt


Os pelouros do gestor que foi para o Novo Banco foram divididos pelos restantes elementos da administração do banco público.
 

A ida de Jorge Cardoso para o Novo Banco fez com que a Caixa Geral de Depósitos (CGD) decidisse redistribuir pelos restantes administradores as pastas deste responsável até ao seu regresso. O gestor não vai, por isso, ser substituído na comissão executiva da instituição detida pelo Estado.
 

A opção de José de Matos, presidente-executivo da Caixa, em lugar da cooptação de um novo administrador, ilustra bem a expectativa de um regresso, a curto prazo, do gestor ao banco público, assim que estiver concluído o trabalho que a equipa de Stock da Cunha está a fazer para a alienação da instituição financeira. A actual equipa de gestão da CGD assumiu funções em Julho do ano passado para um mandato para o triénio de 2013/2015.
 

De resto, o comunicado do Banco de Portugal de dia 14 de Setembro é claro quando refere que Jorge Cardoso, assim como Eduardo Stock da Cunha, assume funções no Novo Banco em regime de "cedência" por parte da instituição financeira onde estava e para onde deverá regressar quando estiver concluído o trabalho da equipa que substituiu Vítor Bento em meados de Setembro. Stock da Cunha suspendeu também as funções que ocupava enquanto director no Lloyds.
 

A redistribuição de pastas foi alvo de uma comunicação interna feita este mês. A banca de investimento passa temporariamente para a alçada de Nuno Fernandes Thomaz, vice-presidente do banco, assim como a área do capital de risco. João Nuno Palma, que já tinha responsabilidade directa sobre algumas das operações no exterior da Caixa, como é o caso de Espanha, passa a ter todo o negócio internacional sob a sua alçada. A recuperação de crédito é repartida entre Ana Cristina Leal e Maria João Carioca. A primeira detém agora o segmento dos particulares e a segunda o das empresas. O pelouro do imobiliário está agora a cargo de José Cabral dos Santos.
 

Jorge Cardoso assumiu funções na semana passada, como administrador financeiro do Novo Banco. O gestor partilha o conselho de administração do Novo Banco com Vítor Fernandes e José João Guilherme. Os quatro gestores foram designados para o biénio 2014/2015. Ainda assim, tal como noticiou recentemente o Diário Económico, o Banco de Portugal terá já dado indicações claras à gestão para que o modelo de venda esteja fechado até ao final do ano.

TopoIr para lista

card_cgd_economico.jpg