Domingo, 22 de Outubro de 2017

CONTACTOS

STEC
NOTÍCIAS DE IMPRENSA
CAIXA MUDA COMUNICAÇÃO E DIZ QUE “O FUTURO ESTÁ DE VOLTA”
2015-03-06
ECONÓMICO

Rita Paz – 5/3/2015

rita.paz@economico.pt


Banco arranca com uma campanha institucional já na próxima quarta-feira. O objectivo é “reforçar a liderança” da marca no mercado de particulares e empresas.


A Caixa Geral de Depósitos (CGD) alterou a sua estratégia de comunicação. "Estamos a entrar numa nova fase", afirma Francisco Viana, director de comunicação e marca da CGD. "Depois do [conceito] ajudar a dar a volta, o banco quer ajudar a dar certezas para o futuro", explica.


Sob o mote "Há um banco que ajuda a dar certezas ao futuro. A Caixa. Com certeza", a nova linha de comunicação do banco para 2015 pretende transmitir uma mensagem de "optimismo e confiança", refere Miguel Barros, CEO da Fuel, agência que ganhou o concurso lançado no ano passado pela instituição financeira.


"Com a crise, o consumidor tornou-se mais desconfiado e conservador", salienta o responsável. Agora, "é o momento de olharmos para o futuro de forma mais positiva e começar a acreditar", o que quer dizer que "podemos olhar para a frente e para os planos que ficaram suspensos e de lado", acrescenta.


É precisamente nessa realidade que assenta a nova campanha da Caixa, que mostra vários portugueses a dar a volta, literalmente, à sua vida: alguém que já vivia junto e que estava sempre a adiar o casamento e vai casar, outra pessoa que queria ter um filho e estava sempre a adiar e achou que já era altura, um filho que estava imigrado e telefona a mãe a dizer que vai voltar...


Os ‘teasers' já estão na rua. E o arranque da campanha institucional está marcado para 11 de Março na Imprensa, Rádio, TV, Digital, Outdoor e ponto de venda, revelou Francisco Viana. Em Abril, será lançada a campanha com foco nos particulares, e, em Maio, nas empresas. "Em Abril vai sair uma campanha para particulares em que a Caixa vai falar de uma oferta global que tem para cada uma das fases da vida das pessoas. Vamos fazer uma campanha a concretizar as promessas que estamos a fazer, como é que ajudamos a dar certezas ao futuro, é disso que vamos falar. E a mesma coisa depois em Maio, para empresas", esclarece.


Diz o responsável que "este processo pretende dar resposta ao plano estratégico da Caixa e no plano estratégico temos de saber contemplar os particulares, como temos vindo a fazer até aqui, mas temos de assumir também um maior papel de destaque no apoio às empresas, para ajudar a economia portuguesa, para ajudar as empresas portuguesas a entrar em novos mercados". Objectivo? "fidelizar os clientes particulares e atrair mais empresas (...) nós já somos líderes mas queremos reforçar a nossa liderança", acrescenta.


A instituição financeira reforçou ainda a sua aposta no digital, com um microsite que vai fazer a contagem decrescente para o lançamento da campanha, e mostrar "como o futuro está de volta, apresentando alguns dos sintomas e provas disso". E vai contabilizar o número de vezes que algumas palavras são referidas na internet, como "futuro", "confiança" e "optimismo", "e com isso ilustrar através de gráficos aquilo que é o barómetro deste optimismo ou desta confiança que nós pretendemos transmitir", avança o gestor.


Sobre o montante investido nesta campanha, Francisco Viana não revelou valores, mas adiantou que "a CGD está a fazer mais com menos. O investimento global para comunicação caiu 10% desde 2014".

TopoIr para lista

imagem_cgd.jpg