stec_logo
Domingo, 28 de Novembro, 2021

HORAS LIVRES

INFORMAÇÃO
Treetop Walk – Observar a Natureza de Serralves caminhando no passadiço elevado no topo das árvores
INFORMAÇÃO
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

O STEC organizou no passado dia 2 de Outubro um passeio singular por Serralves, onde pudemos caminhar pelo passadiço elevado ao nível da copa das árvores. Este passadiço de 260 metros de comprimento foi criado pelo arquiteto Carlos Castanheira com a colaboração de Álvaro Siza Vieira, e durante toda o percurso contamos com a orientação da guia que nos esclareceu e elucidou sobre todas as questões que foram surgindo.

 

 

10_13_serralves_01
 
10_13_serralves_02
 
10_13_serralves_03
 
10_13_serralves_04
 
Pudemos observar os vários espaços naturais e culturais existentes, explorar a sua biodiversidade e participar numa viagem inesquecível e inspiradora às paisagens e biodiversidade do Parque.
 
Tivemos também a oportunidade de contemplar os Jardins de Serralves e usufruir duma visita guiada às exposições patentes no Museu de Serralves, nomeadamente a exposição “Entrelaçar” de Ai Weiwei que apresenta um corpo de trabalho que reflete a sua preocupação com as questões ambientais. As esculturas de Ai Weiwei são a expressão das atuais consequências da gananciosa devastação do meio ambiente natural. De destacar a escultura Pequi Tree [Pequi vinagreiro], uma árvore de ferro fundido de 32 metros de altura que foi apresentada pela primeira vez em Serralves e que testemunha a desaparição da coexistência harmoniosa entre natureza e seres humanos.
 
10_13_serralves_05
 
10_13_serralves_06
 
10_13_serralves_07
 
10_13_serralves_08
 
10_13_serralves_10
 
Pudemos também contemplar a exposição itinerante de Louise Bourgeois “Deslaçar um Tormento”, onde a obra “Maman” (1999), forma aracnídea de aço e bronze, erguida em oito patas com dez metros, guardando uma bolsa com ovos de mármore ganha um elevado destaque pela sua enorme imponência.
 
10_13_serralves_09
 

Para finalizar o nosso passeio, nada melhor que restaurar forças num almoço organizado no restaurante existente no Parque da Cidade do Porto, o maior parque urbano do País com uma área de 86 hectares, onde, apesar da chuva não nos ter dado tréguas, pudemos continuar a usufruir do contacto com a natureza e a conviver entre todos. No final cantamos os parabéns ao STEC ao comemorar os 20 Anos com um bolo alusivo ao aniversário.

 
10_13_serralves_11
 
10_13_serralves_12
 

Foi, portanto, um dia repleto de cultura, contacto com a natureza com alguma chuvinha à mistura e que ficou, com certeza, no coração e na alma de todos os participantes, principalmente por demonstrar a importância do regresso ao usufruto de iniciativas culturais, lúdicas e de convívio com toda a segurança necessária.

 

Esperamos por todos (e mais alguns) nas próximas iniciativas.

Últimas