stec_logo
Quinta-feira, 13 de Junho, 2024

INFORMAÇÃO STEC

E-MAIL
Outras Publicações
img-email
CGD – Revisão salarial de 2024 – Nova reunião
E-MAIL

Realizou-se nova ronda negocial entre o STEC e a CGD, no seguimento da negociação da Tabela Salarial para o ano de 2024. A Administração persiste em perpetuar este processo negocial através de ínfimas e irrisórias atualizações das suas contrapropostas, tendo surgido nesta última reunião com o valor de 3,2% (superando a sua proposta anterior na exorbitância de 0,075%) e mínimo de 60€ (mais 5€ que a anterior), correspondendo a uma média ponderada de 3,59%.

 

Na CGD vivem-se realidades antagónicas, por um lado, a Empresa apresenta lucros excecionais, ano após ano, superiores a todos os restantes Bancos a operar em Portugal, como foi o caso do primeiro trimestre de 2024, em que se atingiram uns impressionantes 395 milhões de euros, por outro lado, os principais responsáveis pelos resultados da Empresa – os seus trabalhadores, continuam a ser fortemente penalizados nos seus rendimentos. Já esta Administração conta com remunerações principescas…

 

Recordando que no período de 2010 a 2023 os trabalhadores da CGD sofreram uma perda brutal de poder de compra nas suas remunerações líquidas entre os -11,4% e -22,1%, veja-se apenas o exemplo do ano de 2022, em que a perda chegou a quase 7% quando se atingiu uma inflação de 7,83% e o aumento médio na CGD foi de apenas 0,92%.

 

Mas se dúvidas houvesse, são as entidades insuspeitas como o INE que recentemente veio reforçar e comprovar a queda real dos salários no setor da Banca, onde considerando a evolução da inflação, registou-se uma redução de -0,2% na remuneração total do primeiro trimestre de 2024, face ao período homólogo, certamente com a CGD a influenciar negativamente esses resultados.

 

Recordamos que a contraproposta apresentada pelo STEC foi de 4,9% com 100 € de aumento mínimo, perfeitamente comportável e sustentável para a Empresa, cujo Presidente da Comissão Executiva veio a público afirmar que: “os gestores têm obrigação de dar o exemplo (…) como alguém que tem um papel fundamental na sociedade”, lembrando que “a CGD teve um ano muito bom com resultados históricos”.

 

Esperemos que na próxima reunião negocial agendada para o próximo dia 7 de junho essas palavras se traduzam numa proposta negocial da CGD digna e séria, e não em retórica vazia e inconsequente!

 

 

 

A Direção

03_17_cartoon_dia-do-pai